quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Sistema move cadeira de rodas usando o pensamento

A Toyota anunciou um sistema que permite dirigir uma cadeira de rodas usando apenas as ondas cerebrais, sem que a pessoa precise mover qualquer músculo ou falar. Criado numa parceria com pesquisadores japoneses, a fabricante assegura que o novo sistema está entre os mais rápidos no mundo para analisar essas ondas:leva apenas 125 milissegundos, de acordo com a agência Associated Press.

No sistema da Toyota, o usuário da cadeira de rodas usa um capacete capaz de ler as ondas cerebrais, que são enviadas para um aparelho de eletroencefalograma que fica na cadeira e posteriormente analisadas por um software.

A pesquisa sobre mobilidade é parte da estratégia da Toyota para ir além dos automóveis na tentativa de ajudar as pessoas a se locomoverem. Segundo os pesquisadores, o novo sistema permite que o cadeirante vá para a esquerda ou direita e para a frente, quase instantaneamente.

Já o movimento de parar a cadeira exige mais que o simples pensamento: o cadeirante deve inflar a bochecha - onde está instalado, num sensor colado à pele, o controle dos freios da cadeira.

Outras companhias, como a Honda, têm trabalhado com sistemas que transformam ondas cerebrais em movimentos mecânicos. As tecnologias estão em desenvolvimento e nenhuma das empresas têm previsão de lançamento comercial para seus sistemas.



Cadeirante mexe com a bochecha quando quer parar a cadeira de rodas

Cadeirante mexe com a bochecha quando quer parar a cadeira de rodas

Nenhum comentário:

Postar um comentário